As empresas aceleram a competição por crescentes oportunidades de baixo carbono

As oportunidades das empresas de baixo carbono no Brasil e na Coreia do Sul estendem-se a bilhões de libras, revelam dois relatórios publicados pelo departamento governamental UK Trade & Investment (UKTI).

Brasil

As oportunidades das empresas de baixo carbono no Brasil e na Coreia do Sul estendem-se a bilhões de libras, revelam dois relatórios publicados pelo departamento governamental UK Trade & Investment (UKTI).

O relatório do Brasil (English), escrito pelo Carbon Trust, identificou cerca de £125 bilhões de oportunidades de baixo carbono no Brasil, enquanto o relatório da Coreia do Sul destaca trinta oportunidades específica de baixo carbono.

Acolhendo os relatórios, o Secretário de Estado para Energia e Mudança Climática, Edward Davey, disse:

“O Reino Unido está liderando o modo de aumentar a geração de eletricidade a partir de fontes novas e renováveis, e está fornecendo soluções sustentáveis que podem ser aplicadas e replicadas em todo o mundo.

Esses relatórios relacionam os pontos fortes do Reino Unido às necessidades da Coreia do Sul e do Brasil em mercadorias e serviços de baixo carbono.

Na Coreia do Sul, há mais de 30 oportunidades específicas destacadas em fontes de energia nova e renovável e também projetos e materiais de construções verdes, assim como bilhões de libras de oportunidades no Brasil.

Assim, se você tem uma empresa de pequeno ou médio porte na cadeia de fornecimento de baixo carbono, uma empresa de engenharia, é consultor, arquiteto, fornecedor de equipamentos ou produtos de materiais, existem oportunidades para você”.

O Ministro do Comércio e Investimento, Lord Green, disse:

“À medida que países como o Brasil e a Coreia do Sul procurar reduzir seu consumo de energia, o Reino Unido está numa ótima posição para liderar a transição global para uma economia de baixo carbono.

As empresas do setor de baixo carbono são reconhecidas globalmente por sua inovação e conhecimento.

As firmas britânicas estão bem posicionadas atualmente para aproveitar oportunidades internacionais, principalmente após as Olimpíadas de 2012, quando a sustentabilidade e as iniciativas de baixo carbono tiveram papéis importantes para que os Jogos fossem reconhecidos como os mais sustentáveis já realizados”.

James Wilde, Diretor de Inovação e Políticas do Carbon Trust, adicionou:

“O Brasil está comprometido a fazer crescer sua economia em expansão de um modo de baixo carbono. Isso cria uma enorme oportunidade comercial para as empresas britânicas, pois elas são líderes em muitas das tecnologias e serviços de ponta em baixo carbono, necessários para se conseguir isso”.

Grandes desenvolvimentos em infraestrutura no Brasil estão criando uma série de oportunidades significativas de baixo carbono, particularmente à medida que o país se prepara para receber a Copa do Mundo de Futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016.

As perspectivas para empresas britânicas na Coreia do Sul são abundantes e diversas nesse mercado de alta renda e crescimento – particularmente no setor de baixo carbono.

O governo sul-coreano está seguindo uma estratégia ambiciosa de baixo carbono, tendo firmado um compromisso, em julho de 2009, de gastar 2% do PIB anual na economia de baixo carbono.

O recente encerramento do Acordo de Livre Comércio da EU-Coreia do Sul também garante que 97% de todas as tarifas comerciais serão eliminadas dentro de três anos, removendo barreiras para o comércio entre uma ampla gama de setores, incluindo o do baixo carbono.

Mais de 100 empresas britânicas compareceram ao evento de lançamento, em Londres, onde receberam cópias dos dois relatórios, receberam assessoria dos assessores de comércio internacional do UKTI sobre a realização de negócios no Brasil e na Coreia do Sul e souberam quais serviços do UKTI foram mais adequados para ajudar suas empresas a crescerem no exterior.

Notas aos editores

O UK Trade & Investment (UKTI) é o departamento de governo que ajuda as empresas sediadas no Reino Unido a serem bem-sucedidas na economia global. Nós também ajudamos empresas do exterior a trazer seus investimentos de alta qualidade à economia do Reino Unido – reconhecido como o melhor lugar da Europa onde ter sucesso em negócios globais. O UKTI oferece sua experiência e seus contatos através de sua extensa rede de especialistas no Reino Unido, nas embaixadas britânicas e em outros escritórios diplomáticos em todo o mundo. Nós fornecemos às empresas as ferramentas que elas precisam para serem competitivas no cenário mundial. Para obter mais informações sobre o UKTI, visite www.ukti.gov.uk ou telefone para +44 (0)207 215 8000

Fatos importantes sobre baixo carbono:

  • As vendas globais de baixo carbono e mercadorias e serviços ambientais foram de £3.3 trilhões em 2010/11. O mercado britânico é o sexto maior do mundo, com uma fatia de mercado de 3,7%. Ele vale £117 bilhões, e emprega mais de 914.000 pessoas, e espera-se que apresente um aumento constante no crescimento de quase 6 por cento até 2016/17.
  • O mercado britânico é o sexto maior do mundo, demonstrando pontos fortes de nível internacional em todos os setores da economia, desde projetos sustentáveis até manufatura ou energia marinha e gerenciamento de carbono. Ele vale £117 bilhões, e emprega mais de 914.000 pessoas, e espera-se que apresente um aumento constante no crescimento de quase 6 por cento até 2016/17.
  • Os números mostram que as áreas de mais rápido crescimento são financiamento de carbono (7,9% de crescimento) e geração de energia eólica (6,5%).  O mercado britânico de energia solar também cresceu quase 6% no ano passado e agora vale £1 bilhão por ano.

Fatos sobre o Brasil

  • O Brasil é a sexta maior economia do mundo. É, de longe, a maior economia da América do Sul, representando mais de 50% do PIB regional e cerca de 2,5% do PIB mundial.
  • O Brasil está entre os quatro principais países para exportações de mercadorias e serviços de baixo carbono do Reino Unido.
  • O Brasil é o líder mundial na produção de bioetanol.  Mais de três-quartos dos automóveis vendidos no Brasil têm motores a combustível flexível, capazes de rodar com gasolina, etanol ou uma mistura dos dois.

Fatos sobre a Coreia do Sul

  • A Coreia do Sul tem a 12ª. maior economia do mundo e a 4ª. maior da Ásia. Espera-se que o crescimento do PIB em 2012 fique em torno de 3,5%.
  • O comitê presidencial sul-coreano para o crescimento verde estabeleceu a meta de uma redução de 30% nas emissões de carbono até 2020. Em 2009, a Coreia do Sul anunciou sua estratégia nacional e um plano de cinco anos para crescimento verde.
  • A meta total de carbono pretende reduzir as emissões dos gases do efeito estufa em 30 por cento abaixo do crescimento projetado de suas emissões até 2020.

Contato adicional da mídia

Para obter mais informações sobre o Carbon Trust, contate a assessoria de imprensa do Carbon Trust.

E-mail: press@carbontrust.com

O objetivo das políticas econômicas do governo é atingir “um crescimento forte, sustentável e equilibrado que seja mais uniformemente compartilhado pelo país e entre os setores”. Ele estabeleceu quatro ambições no “Plano de crescimento” (PDF 1,7MB), publicado em Budget 2011:

  • Criar o mais competitivo sistema de impostos do G20
  • Tornar o Reino Unido o melhor lugar na Europa para iniciar, financiar ou fazer crescer uma empresa
  • Encorajar investimentos e exportações como uma rota para uma economia mais equilibrada
  • Criar uma força de trabalho mais educada que seja a mais flexível da Europa.

Há trabalho sendo feito no governo para atingir essas metas, inclusive progresso em mais de 250 medidas como parte da Revisão de Crescimento. O desenvolvimento de uma Estratégia Industrial dá novo ímpeto a este trabalho ao fornecer às empresas, aos investidores e ao público mais clareza sobre a direção de longo prazo a qual o governo deseja que a economia siga.

Voltar ao topo